Você está aqui: Home Mabe Cronologia Década de 2000

Década de 2000

A primeira década do século XXI, o primeiro do terceiro milênio, é marcada pela guerra ao terrorismo, conflito sem bandeiras nem trincheiras, misturando interesses econômicos, políticos e religiosos que fundamenta um estado de permanente paranóia mundial, provocando o recrudescimento da violência contra minorias étnicas em vários países. A economia mundial passa pelo seu maior período de prosperidade e estabilidade até o final do ano de 2007, quando é desencadeada a crise do crédito hipotecário de alto risco colocando de joelhos vários países, principalmente os desenvolvidos. A internet se consolida como veículo de comunicação, a informação se democratiza, atingindo um nível sem precedentes. O mundo digital se expande de forma exponencial, o telefone celular se populariza, bem como novas operadoras de telefonia via web. O computador aumenta a produtividade, mas apesar de o mundo estar cada vez mais conectado por fibras óticas e internet de banda larga, alastram-se os sintomas da depressão e explode o consumo de drogas anti-histamínicas. Nas artes, a pós-modernidade continua se manifestando na medida em que novos suportes como o happening, a instalação, o vídeo, a "arte digital", entre outros, mantém-se na ordem do dia em Bienais e mostras internacionais.

 

Ano

Fatos ocorridos na vida do artista

Fatos ocorridos no Brasil e no mundo

 

 

Cientistas americanos e ingleses anunciam o primeiro rascunho da sequência completa do genoma humano.

2000
76 anos

 

 

2001
77 anos

Lançado no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo, o livro Chove no cafezal, uma autobiografia de Manabu Mabe, em português, juntamente com exposição retrospectiva do artista.

Coletiva
Arte Nipo-Brasileira, Momentos no Euroart Castelli, em São Paulo.

 

2002
78 anos

Coletiva
Retrospectiva no Clube Paulistano em São Paulo.

É lançado o site do artista.

O Brasil conquista o pentacampeonato na Copa do Mundo do Japão e da Coréia.

2003
79 anos

 

 

2004
80 anos

Individual
Mostra inaugural do Espaço Cultural Vivo em São Paulo.

Coletiva
Mabe & Yugo, Espaço Cultural Vivo em São Paulo.

A obra Garçon à la pipe, de Pablo Picasso torna-se o quadro mais caro do mundo ao ser vendido por 104,1 milhões de dólares

2005
81 anos

Coletivas
Núcleo Aliança Brasil-Japão, Linha do Tempo, em Florianópolis.
100 anos da Pinacoteca, a formação de um acervo, em São Paulo.
Odorico Tavares, a minha casa baiana, sonhos e desejos de um colecionador, em São Paulo.

É iniciado o trabalho de reconversão do antigo Colégio Campos Salles para instalação do Museu Manabu Mabe.

 

2006
82 anos

Individuais
Mabe Gravuras, Centro Cultural do Solo Sagrado de Guarapiranga, Fundação Mokiti Okada, São Paulo/SP, Brasil

Coletivas
II Núcleo Aliança Brasil-Japão, em Florianópolis.
Núcleo Aliança Brasil-Japão, em Birigui, São Paulo.

É comemorado o Ano de Rembrandt, 400º aniversário do nascimento de Rembrandt, pintor holandês do século XVII.

2007
83 anos

Individuais
Tributo à Memória de Manabu Mabe, em Florianópolis.
Mabe 10 anos, Espírito da Arte, em São Paulo,
III Núcleo Aliança Brasil & Japão, em Florianópolis.
Caminhos, Gravados, Marcados, em São Paulo.

 

2008
84 anos

Individuais
Gravuras de Manabu Mabe, Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, Fortaleza de Santo Amaro, Guarujá/SP, Brasil

Coletivas
Bandeira branca na terra roxa, em Brasília.
IV Núcleo Aliança Brasil-Japão, em Florianópolis.
Abraços na Arte Brasil-Japão, em, Salvador.
Do Ukiyo-ê ao Mangá, em São Paulo.
Presença japonesa na arte brasileira: da figuração à abstração, São Paulo.

Ano Internacional do Planeta Terra visa conscientizar a sociedade sobre a importância do bem-estar comum para um mundo sustentável.

A 28ª Bienal de Arte de São Paulo, enfrentando grave crise financeira, causa polêmica, sofre a ação de pichadores e é rotulada de Bienal do vazio por apresentar o segundo andar do prédio totalmente desocupado.

2009
85 anos

Coletivas
Mabe & Wakabayashi, Joh Mabe Espaço de Arte e Cultura, São Paulo/SP, Brasil
Brasil, terra de contrastes, Museu Afro Brasil, São Paulo/SP, Brasil

 

2010
86 anos

Estréia o espetáculo Mabe Ma, com raízes no butoh, baseado na obra de Manabu e nas impressões que o coreógrafo japonês Tadashi Endo teve de sua personalidade a partir de informações transmitidas pela família.

A abertura da 29ª Bienal de Arte de São Paulo, focada no conceito de que é impossível separar a arte da política, volta a ser marcada pela polêmica e traz para a mostra a presença dos pichadores que atacaram suas paredes em 2008.