Você está aqui: Home Mabe Cronologia Década de 70

Década de 70

Os anos 70 são turbulentos com sucessivas crises econômicas geradas por instabilidades nos preços do petróleo. No arranjo político-econômico surge um novo e decisivo componente, as grandes corporações empresariais com a prevalência de um modelo de negócios transnacionais fundamentado na exploração intensiva de vantagens competitivas em operações de escala mundial. Marcas de produtos ganham status de bens culturais, o mundo se transforma num grande mercado consumidor integrado pelo comércio e a comunicação. A discoteca é símbolo supremo do período, o templo de luzes e músicas evocativas de sucesso onde o narcisismo mais delirante é cultivado, a beleza do corpo ganha grande importância e soberania, veículo de sensações de prazer e bem-estar. A década chega ao fim com um forte estímulo de culto ao corpo associado à prática esportiva que se espalhou pelo planeta. Outros planetas e viagens intergalácticas fizeram sucesso nas telas de cinema, TV e HQ. A arte na qual a arte se expressa por meio de carimbos, postais, vídeos, holografias, fax e colagens.

 

 

 

Ano

Fatos ocorridos na vida do artista

Fatos ocorridos no Brasil e no mundo

 

 

 

1970
46 anos

Realiza a primeira individual na Japão, na Takashimaya Art Gallery, Tóquio e outras, em Houston e Nova Iorque.

Participa de coletivas no Rio de Janeiro e em Milão.

Brasil conquista o tri-campeonato na Copa do Mundo do México.

1971
47 anos

 

Realiza individuais em São Paulo e Rio de Janeiro e participa da 11ª Bienal de São Paulo.

Participa de coletivas no Rio de Janeiro e em Milão.

Surge, a terceira geração de microcomputadores, do tamanho de um aparelho de televisão. Junto com eles, o microprocessador, que permitiu a redução do tamanho e do preço dos computadores, abrindo caminho para os aparelhos de quarta geração que passaram a comandar o cotidiano das pessoas, dos caixas eletrônicos aos semáforos nas ruas.

1972
48 anos

Falece a Mãe Haru.

Inaugura exposição em homenagem aos 150 anos de Independência do Brasil na sede da empresa Yakult, em Tóquio, Japão.

Expõe em coletiva na III Bienal de Arte Cólteger, em Medelín, Colômbia.

Funda o Museu de Arte Moderna Japão-Brasil e inaugura exposição retrospectiva no MASP, em São Paulo.

 

1973
49 anos

Individual em Tóquio, Japão.

Participa de coletivas em São Paulo, Tóquio e Quioto e da 12ª Bienal de São Paulo.

 

1974
50 anos

Realiza exposição na A Galeria, em São Paulo.

 

1975
51 anos

Participa da 13ª Bienal de São Paulo.

Realiza exposição retrospectiva no Museu de Arte de São Paulo/Masp.

É criada a Fundação Nacional da Arte/Funarte, ligada ao Ministério da Educação e Cultura, tem a função de centralizar e estimular as atividades na área artística, promover o ensino das artes e administrar acervos vinculados ao MEC.

1976
52 anos

Realiza exposição individual em Londres.

Duas empresas japonesas concorrentes lançam o videocassete, revolucionando e ampliando as possibilidades do entretenimento doméstico.

1977
53 anos

Realiza exposição individual na Galeria de Arte André.

Participa da 14ª Bienal de São Paulo e de coletivas em Madrid e San Salvador.

 

1978
54 anos

Realiza exposição retrospectiva no Kumamoto Museum of Art, no Kamakura Museum of Art e no National Museum of Art, em Osaka, Japão.

 

Nasce o primeiro bebê de proveta, método de fertilização in vitro que se consolida com a chegada de Louise.

1979
55 anos

Participa de coletivas no Museu de Arte Moderna/MAM de São Paulo e em Curitiba.